fbpx

Desde crianças somos estimulados por pais e professores a desenvolver hábitos regulares de cuidados bucais. Mas será que entendemos a importância dessa rotina para a saúde geral?  

Nesse texto, vamos apresentar as razões pelas quais a saúde bucal pode ajudar a prevenir doenças e te estimular a desenvolver uma rotina de cuidados mais consciente e assertiva. Convidamos você a acompanhar o conteúdo e colocá-lo em prática no seu dia a dia para conquistar uma vida mais plena. Boa leitura! 

Saúde bucal e a relação com doenças sistêmicas  

A condição de saúde bucal pode influenciar diretamente o bem-estar do organismo e causar piora em patologias pré-existentes e/ou ser meio de diagnóstico para diferentes doenças. 

Recentemente, a revista Veja Saúde divulgou informações sobre um estudo realizado por pesquisadores do Catar, Espanha e Canadá, que, ao avaliarem mais de 500 pacientes com COVID-19, descobriram que aqueles com periodontite apresentavam 3x mais riscos de serem internados ou levados a óbito por causa da doença. A relação entre a inflamação gengival e outras doenças sistêmicas, como diabetes e obesidade também foi relatada em estudos prévios. 

O professor e vice-reitor da Universidade de Guarulhos, Dr. Jamil Shibli, explica que a cavidade oral é ainda um reflexo da condição sistêmica do ser humano, sendo capaz de reverberar muitas doenças, como diabetes, problemas oncológicos, gastrite e o próprio COVID-19. “A saliva é mais rica em informação que o sangue, pois mostra, além do aumento de PH, a temperatura do paciente”, explica. 

Observando a cavidade oral é possível identificar problemas provenientes do organismo, não apenas os relacionados à saúde bucal em si. Curiosamente, o mau hálito e as inflamações gengivais, por exemplo, são alguns dos sintomas que podem estar ligados a outras questões de saúde.  

Doenças bucais 

A saúde bucal vai muito além do que muitos imaginam, uma prova disso está nas diferentes especializações existentes na odontologia. Uma delas, em especial, é bastante relevante, mas pouco conhecida: a estomatologia.  

Trata-se da especialidade responsável pela prevenção, diagnóstico e tratamento de doenças que se manifestam na cavidade bucal 

O Dr. Eduardo Fregnani, atual presidente da International Society of Oral Oncology, explica que o profissional dessa área diagnostica e trata toda patologia que esteja na boca, exceto tumores malignos (nesse caso, o paciente deve ser acompanhado por uma equipe multidisciplinar). “Podemos diagnosticar e até biopsiar um carcinoma, mas, a partir daí, direcionamos o paciente ao cirurgião de cabeça e pescoço ou outra especialidade”.  

  • Autoexame 

O câncer de boca, assim como outras doenças diagnosticáveis na cavidade oral, pode ser prevenido por meio do autoexame. “Muita gente costuma realizar frequentemente a autoexame para identificar outras condições, como os nódulos na mama, por exemplo, mas também conseguimos prevenir doenças da boca por meio dessa prática”, explica Fregnani.  

Portanto, o autoexame bucal, bem como da região de cabeça e pescoço é muito importante. Em um ambiente iluminado, avalie todas as regiões da face apalpando-as, a fim de identificar possíveis nódulos, feridas e quaisquer outros sinais de anormalidade. Busque ajuda profissional ao perceber situações incomuns que persistam por mais de 15 dias. 

  • Cuidados bucais Assim, como os benefícios de ter uma boca e dentes saudáveis vão muito além da estética e da mastigação, os cuidados bucais essenciais são mais extensos que apenas escovação diária. Para manter a saúde bucal em dia, mantenha uma frequência de ações de atenção aos dentes, língua, bochechas e gengiva. Veja como: 
    • Correta seleção de dentifrícios: Utilize dentifrícios contendo composições que irão auxiliar na redução da progressão de cárie dental, como os que contêm fluoreto. Uma concentração adequada de cerca de 1100 a 1500ppm de fluoreto pode ajudar prevenir o surgimento de novas lesões de cárie.  

     

    • Correta seleção de escova, e técnica de escovação adequada: selecione escovas de cerdas macias, escove os dentes sempre após as refeições e, ao fazer isso, realize movimentos suaves sem usar muita força, para não agredir a gengiva e não tenha pressa durante o processo. Certifique-se de que escovou corretamente as superfícies interna e externa dos dentes, assim como a língua. 

     

    • A importância do fio dental: os restos de alimento deixados entre os dentes são causadores de acúmulo de biofilme na região interproximal, que podem desencadear em doenças bucais, por isso o uso do fio é essencial para uma limpeza mais completa e eficiente. 

     

    • O uso correto dos enxaguantes: os enxaguantes bucais são mais recomendados para tratamentos específicos como de cálculo e gengivite, e devem, nesses casos, ser usados com indicação profissional. De maneira geral, seu uso diário não é recomendado, e ele deve ser utilizado apenas como complemento ao processo de limpeza, nunca substituindo o fio ou a escova. Para fazer o uso correto do enxaguante, fale com o seu dentista.   

     

    • Alimentação adequada: caso queira manter dentes e boca saudáveis evite o consumo excessivo de determinados alimentos que contêm açúcar, que sejam muito ácidos e que contribuam para acúmulo de biofilme. Dentre os alimentos que devem ser consumidos com moderação encontram-se: açúcar e doces em geral; refrigerantes; frutas e bebidas ácidas; vinho e café. 

     

    • Visitas regulares ao dentista: além escovação frequente em casa, a ida regular ao dentista também deve ser realizada para garantir boa saúde bucal. Apenas o profissional da área consegue realizar a manutenção e limpeza da região e oferecer orientações adequadas e corretas para cada situação. Visite seu dentista pelo menos duas vezes ao ano. 

     

    Vida plena 

    Todos os esforços para difundir as práticas de cuidado bucal devem envolver ações de governos, educadores, profissionais e cidadãos, uma vez que a saúde bucal é uma questão social de extrema relevância, sendo indispensável para a qualidade de vida de qualquer pessoa e é essencial para prevenir doenças gerais e conquistar uma vida plena.  

    Portanto, dê importância a essa ação e cuide diariamente da sua saúde bucal.  

    Leia também: Biossegurança no consultório odontológico. 

Deixe uma resposta

Open chat